Angola,

turismo
Bié

Bié terra do Perdão e da Tolerância o verde funde-se nas águas do Rio Kwanza com o compasso único da natureza em estado puro, apenas sentido quando se mergulha nas águas azuis da nascente que dá o nome a moeda nacional. Bié mais que uma província, uma paixão visite.

O clima é húmido e quente, as temperaturas variam de 19ºC a 21ºC e existem 2 estações: de Outubro até Abril, que é quente e chuvoso; entre Maio e Setembro é seco com temperaturas médias de 2ºC e 10ºC graus nos meses de maior frio e 18ºC até 25ºC em períodos de clima mais quente.

Esta província é uma área de confluência de uma série de etnias. Prevalece a dos Bieno, um subgrupo dos Ovimbundu, cujo nome se relaciona com o nome da província. Observa-se alguma presença de grupos Chokwe que, na sua migração a partir do nordeste de Angola chegaram até aqui. Finalmente, existem aqui pequenos povos enquadrados na categoria etnográfica Ganguela, como por exemplo: os Lwimbi.

O aeroporto de Bié é o Joaquim Kapango e está preparado para aviões de pequeno e médio porte.

Existem 5 linhas rodoviárias que ligam o Bié às províncias do Huambo, Kwanza Sul, Kuando Kubango, Malange e Moxico.

Geografia

Bié é uma província de Angola. Tem área de 70 314 km² e a sua população aproximada é de 1.794 000 habitantes.

A sua capital é a cidade do Kuito. 

É formada pelos seguintes municípios: Andulo, Camacupa, Catabola, Chinguar, Chitembo, Cuemba, Cunhinga, Kuito e Nharea.

A província possui o tamanho comparável ao de nações como Portugal ou República Checa, ela encontra-se situada no centro de Angola e faz fronteira com as seguintes províncias:

  • Norte: Kwanza Sul, Malanje, Lunda Sul.
  • Este: Moxico.
  • Sul: Cuando-Cubango.
  • Oeste: Huíla e Huambo.

O rio Kwanza nasce nesta província, juntamente com a maioria dos rios do país. Com isso a província adquire grande potencial hidreléctrico.

O Bié foi muito atingido durante a Guerra Civil Angolana e ainda está a se recuperar, alguns serviços básicos como energia eléctrica já estão a funcionar normalmente na região.

Natureza

Deslumbre-se com a Reserva Florestal de Umpulo, a qual tem uma área de 4.500km2 e enorme riqueza em espécies exóticas. Esta reserva está limitada a norte pelo rio Cunene, a leste pelo rio Chimbandianga, a oeste pelo rio Kwanza e a sul pelo rio Chimbandianga.

Também a Reserva Natural Integral do Luango é de visita obrigatória. É partilhada pela Malange e é conhecida pelo paraíso de aves, dada a grande variedade. Aqui poderá encontrar a Palanca Negra Gigante, a Palanca Real, o Songue e Inhala.

A Lagoa do Kambadua, formada por um afluente do rio Kakuito, tem 3 km de comprimento e 150 metros de largura e é um excelente recurso para a pesca desportiva.

Cataratas Wongo situam-se a 18km a norte do Kuito, no rio Nduluma, na comuna do Truba.

As Quedas de Mutumbo, no Chitembo, tal como as Quedas de Lau-Lau e as Quedas do rio Luando, em Kukema, são propícias a bons banhos.

Praias:

Existem boas praias fluviais no Bié. A Praia Verde, em Kunhinga, e a Praia Azul, no Andulo.

Visite também a Ilha do Kutato.

Locais a Visitar

Marco Geodésico de Angola, Cristo-Rei, foi erguido pelos portugueses no centro da província, em Kamakupa. Situa-se junto ao marco do centro geográfico do país.

Forte de Silva Porto e Forte de Munhango - monumentos seculares que merecem recuperação e ainda assim a visita.

Jardim da Pouca-Vergonha, que deve o seu nome à estátua de uma mulher nua que aí se encontra.

SIGA-NOS

Inscreva-se na nossa Newsletter

Registe-se e receba todas as nossas novidades, promoções e produtos em destaque.

2019©angolaturismo.ao, Todos os direitos reservados.

brasao2 01 01

Pesquisa